Alimentação Desintoxicante

Iniciar o ano fazendo uma alimentação detoxificante pode ser uma boa estratégia!
Mas afinal o que é detox? Quando falamos detoxificar ou destoxificar , nos referimos a capacidade que a maioria das céls do nosso corpo possuem de eliminar toxinas. Principalmente fígado, intestino, pele, pulmões e placenta.

O tempo todo em nosso organismo, uma infinidade de enzimas são capazes de transformar toxinas (xenobióticos) que ingerimos ou que produzimos -que são difíceis de serem eliminados (pela sua afinidade com a gordura)- em substâncias hidrossolúveis capazes de serem excretadas prontamente.Quando propomos ao paciente uma alimentação com caráter destoxificante ou a destoxificação clássica, procuramos tornar a alimentação do mesmo livre de produtos químicos e capaz de promover a otimização na eliminação de toxinas e assim auxiliar no emagrecimento, bem como melhora de queixas de saúde como enxaqueca, constipação, falta de energia, TPM entre outras…

Quando estas substâncias químicas são ingeridas em excesso promovemos em nosso metabolismo um acúmulo de toxinas e necessitamos de mais nutrientes para cumprir esta função de “destoxificação” faltando assim muitas vezes nutrientes para outras funções essenciais, iniciando assim a perda da vitalidade.

Sendo assim evitamos no detox: agrotóxicos, desodorantes com química (alumínio), exposição a tintas solventes, exposição a aditivos alimentares, consumo de alimentos industrializados, excesso de proteína animal, a auto -medicação, alimentos que para o paciente sejam mal digeridos (fazemos exames para verificar tal sensibilidade), até mesmo a água a ser consumida deve ser observada. Desta forma buscamos reduzir a exposição e fornecemos (quando necessário) suplementação que favoreça este processo.

Montamos para cada paciente uma alimentação individualizada rica em fitoquímicos e nutrientes (os alimentos verde-escuros, alho, chá verde, própolis, frutas vermelhas, alimentos integrais…são exemplos de alimentos que favorecem o detox)pois equilibram as fases (I , II e III) pelas quais as toxinas terão que passar até serem eliminadas.
Na verdade, reduzir os alimentos com química de nossa vida deveria ser uma questão de saúde! Uma alimentação rica em nutrientes , que respeite a individualidade é sempre um caminho interessante para uma saúde integral!

Bianca Inocenccio

Bianca Inocenccio

Nutricionista Funcional